A força para inovar e quebrar estereótipos

 

Novos nomes, novas abordagens. Participam desse encontro, na trilha da Inovação, Maria Valéria Rezende, escritora de ficção, poesia e ex-missionária, que nos anos 60 dedicou-se à educação popular, e Andreza Delgado e Gabrielly Oliveira, integrantes do PerifaCon, evento que celebra a cena periférica de quadrinhos, games, cosplay e audiovisual de São Paulo. Elas são e dão voz à diversidade de idades, experiências, referências e vivências. Em comum, têm a força de quebrar estereótipos. De um lado, Maria Valéria está à frente do movimento Mulherio das Letras – primeiro grupo literário nacional voltado para a reunião, revelação e para o auxílio de mulheres ligadas às letras – sejam elas escritoras, editoras, acadêmicas ou mesmo designers. De outro, Andreza e Gabrielly trabalham para que a cultura negra e periférica esteja representada no mundo nerd e geek.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *