O encontro amoroso de Pedro Bandeira com a literatura

O santista Pedro Bandeira é um dos escritores mais conhecidos da literatura infantojuvenil brasileira. Na infância, o garoto introspectivo e asmático lia gibis escondido dos avós. Antes de se tornar escritor, ele percorreu um longo caminho. Trabalhou em teatro profissional, onde fez amizade com o dramaturgo Plínio Marcos e a escritora, poeta e militante política Patrícia Galvão, a Pagu. Foi, ainda, ator de comerciais de televisão e jornalista. Em 1983 deixou todos os outros talentos para trás para dedicar-se, exclusivamente, a ser escritor em tempo integral, produzindo uma obra voltada às crianças e aos jovens.  Mas por que o livro, as palavras, as histórias? Para saber essa e outras respostas, participe do bate-papo  mediado pela jornalista Chis Maksud, que acontece no 11º Seminário Internacional Biblioteca Viva. Não perca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *