O ponto de mutação

Sven Instinske é chefe de serviços eletrônicos da Bücherhallen Hamburg, a biblioteca central da segunda maior cidade da Alemanha. Sua participação no 11º Seminário Internacional Biblioteca Viva acontece em duas etapas. Dará um curso e fará a palestra “A gamificação e o compartilhamento digital na biblioteca Bücherhallen de Hamburgo”, com mediação de Luciano Borges Almeida (Senac SP/Unirp).

A gamificação, essa palavra esquisita, é uma linguagem que faz uso do design e da mecânica

de jogos para enriquecer contextos diversos com o objetivo de instruir, influenciar comportamentos e incentivar a conquista de resultados práticos. Este recurso lúdico pode ser usado, segundo o palestrante, em favor dos leitores.

Formado em biblioteconomia, Instinske defende que as formas digitais de oferecer serviços nos espaços de leitura são decisivas para sua sobrevivência. Além disso, ele quer trazer para o debate a importância de as bibliotecas garantirem acesso unificado ao conhecimento.

Na sua apresentação ressalta o ponto de mutação: a biblioteca estava concentrada em seus recursos, mas agora seu foco é o ser humano. Não perca a oportunidade de participar deste diálogo. Inscreva-se agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *