Rio Grande do Norte e São Paulo apresentam cases de sucesso

São várias as vivências compartilhadas durante o Seminário Internacional Biblioteca Viva, dentro e fora do auditório, formal ou informalmente. Subiram ao palco representantes do programa EaD – Gestão da Informação Digital, Sesc Comics e Rede Beija-flor de Pequenas Bibliotecas Viva para apresentar detalhes das experiências realizadas, respectivamente, em São Paulo, Mossoró (RN) e Santo André (SP). Tudo isso mediado pela Janaína França, da biblioteca pública de Marília.

O curso de Ensino a Distância de Gestão da Informação Digital visou capacitar, como extensão, 450 profissionais de bibliotecas do Brasil em GID. Foram mais de 1.500 inscritos de 20 estados. Já a Mostra Sesc Comics foi voltada para jovens, com público participante entre 12 e 30 anos. O evento reuniu atividades referentes aos games, RPG, oficinas de quadrinhos (comics e mangás) e houve até concurso de cosplay. Por sua vez, a Rede Beija-flor de Pequenas Bibliotecas Vivas trouxe para o seminário os resultados dessa associação da sociedade civil que forma ou transforma bibliotecas comunitárias públicas e escolares, trabalhando o direito à literatura com crianças, jovens e adultos em territórios vulneráveis. Hoje são 20 voluntários atuando no projeto que soma mais de 5 mil livros doados, com três pontos nas comunidades atendidas e seis bibliotecas acompanhadas no município de Santo André.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *